sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Melado: Mel com açúcar

Melado é loirinho, tem olhos cor de mel, nariz e almofadinhas rosas.

É um doce de menino. Olho pra ele e penso como teria sido a vida do Mel sem o abandono, o medo, a dor, tristeza, doença...Lembro quando ele era uma bolinha amarela.

Apesar de ter um irmão gêmeo, os dois sempre foram
muito diferentes.
O Caramelo nasceu lindo, grande, forte, solar. Era o mais esperto, o que chamava mais atenção, o mais carismático, completamente sedutor e sempre precisando de atenção e companhia.
O Melado era um pouco menor, mais leve e mais dorminhoco. 

Estava sempre perto da Jasmim. 



Carinha bicudinha e medrosinho.



Na véspera da adoção do Melado nós dois não dormimos. Foi uma noite longa. Na tinha dúvida que ele seria bem cuidado e estava feliz por ele ir junto com a Jasmim. Mas era uma separação e o meu coração apertou.




Quando ele foi devolvido com a irmã, eu recebi os dois em claro! Pensei numa nova adoção que nunca aconteceu. Foi difícil para todos nós. Eles dois estavam ressentidos e assustados.

Ele chegou enorme, três vezes o tamanho dela. 
Ficou escondido na caixinha e quando eu o tirei de lá, fui tomada por uma emoção muito forte. Lembrei da primeira vez que vi o Mel.

Dias depois ele foi castrado. Demorou para acordar e eu passei a noite com ele do meu lado, acordando com cada mexidinha que ele dava. Lembrei de novo do Mel. Tantas e tantas noites sem dormir por causa dele.







Mas logo ele se recuperou e acostumou novamente comigo, com a casa, com os outros gatos. E então ele se mostrou menos medroso e completamente doce.


Se tornou o melhor amigo do Sebastian, continua grude com a Jasmim, adora as outras irmãs. Brinca muito com a Aretha. Se da bem com todos!Pede carinho o tempo todo!

Deita abraçado comigo e com as irmãs, com a Madeleine, com o Sebastian e com o Fred. Andou mamando na Brigitte!
Não implica com ninguém, nem entra em conflito. Brinca horas!

Tem os olhinhos curiosos e redondos. Apesar de ser enorme, não perdeu o jeitinho de criança.
É muito guloso! Adora a comidinha, principalmente os petiscos e da gritinhos quando quer comida.
Também geme pedindo carinho.
Ele é um doce de gatinho e eu não podia ter arrumado um nome mais apropriado. Ele é Mel com açúcar, Melado!

4 comentários:

Felina disse...

Qual a desculpa esfarrada que um ser humano usa pra devolver um ser lindo desses, gente cansa muito, que eles sejam super felizes!

Ana Oliveira disse...

Lindas fotos, linda história. Melado conseguiu a melhor família que poderia ter. Beijos que Deus abençoe toda a Familia.

Prosopopéias Cintilantes disse...

Obrigada, Ana!

Prosopopéias Cintilantes disse...

Felina, infelizmente muita gente abandona ou devolve um animal por maldade, egoísmo ou por não pensar na consequência de seus atos. A pessoa que adotou o Melado e a Jasmim teve um problema sério na vida dela e naquele momento não tinha condições de cuidar dos dois e por isso eles foram devolvidos. Foi muito sofrido pra ela, pode acreditar.