sexta-feira, 19 de março de 2010

Meus tímidos

Os dois amarelos da casa são muito parecidos de comportamento. Os dois são tímidos, muito tímidos. Não entram em conflitos com os outros, são desconfiados, mas são doces, muito doces.
O Mel está esquecendo o modo jaguatirica e tem se aproximado de mim, apesar de ainda ter dificuldade em ser acariciado. Não tem mais me mordido e até os tapas mudaram, agora são sem as unhas de fora.
Ele faz aquele estilo "nem te ligo", mas está sempre perto de mim. Fica deitado na minha cama e várias vezes tenho acordado com ele nos meus pés. Mel aprendendo a ser gatinho de família.
A patinha machucada cicatrizou, mas ficou com um defeitinho e por isso ele às vezes da uma mancadinha na hora de andar, mas é bem de levinho.
Ele é esperto e já aprendeu a me chamar quando quer alguma coisa. Também já aprendeu que é bom dormir na cama ou na janela e mais, aprendeu a fazer pose para a minha câmera. E até que o rapaz leva jeito para modelo, olha só.
Ele e o Vincent se dão muito bem. E o Vincent aproveita quando o Mel está na janela para ficar lá também. Ele é mais reticente que o Mel, mas vai chegar lá. No tempo dele.
Ele já melhorou muito! Não corre mais quando eu entro no quarto e ele está deitado na minha cama.
Já consigo fazer fotos dele me olhando quando está na janela.
Tudo bem que primeiro eu garanto uma de longe.
Ele também encontra um jeitinho de ficar perto de mim sem ser visto, ou quando ele acha que eu não esotu vendo.
Espero conseguir a confiança total deles como tenho dos outros. Todos dois já deram passos grandes e venceram muitos medos para chegar onde estão hoje. O Vincent agora só sobe no armário quando tem visita em casa, mas logo que ele chegou, passou um mês inteiro lá em cima. Ele já me pede atenção e carinho, mas ainda tem medo que eu o pegue no colo. Mas eu pego mesmo assim e uma vez nos meus braços, ele adora!
Espero que um dia tudo isso seja passado e eles confiem plenamente, não tenham medo e curtam tudo que os outros têm: muita coceira na barriga, nas orelhas, nas costas; muitos apertões e colo.
Mudando de assunto...
Quero agradecer os comentários do post anterior. O Bruno também gostou de ler. A saudade vai acompanhar a gente sempre, mas espero que com o tempo ela fique mais leve.

3 comentários:

Gabi disse...

Oi!

Estão lindas as fotos dos gatinhos :)
Eu tenho certeza que em mais alguns meses, eles estarão completamente confiantes. Aqui em casa, os gatinhos dormem muito tranquilos e sem sobressaltos, mesmo qdo as cachorrinhas latem. As vezes se assustam com algo que não sabemos o que, mas dormem tão tranquilamente que puxa... a gente realmente fica feliz em saber que eles
se sentem tão bem conosco.

O post desse meu blog foi uma resposta para um garoto que perguntou o que ele deveria fazer qdo o cachorro dele morresse. O cachorro dele ainda é novo, tem uns 6 anos e o menino, tem uns 15, mas ele ficou preocupado.

http://gatinhosecatorinhas.blogspot.com/2009/10/os-bichinhos-que-ja-tive.html

bjs e sheleps daqui de casa!

Patrícia disse...

Malelos são o meu fraco...

Claudia disse...

São lindos, Stela! E as fotos ficaram ótimas! Adorei!!!

O meu amarelo é medroso, não gosta muito de pessoas desconhecidas mas muito carinhoso comigo e com o resto da família.

Tem post novo la no blog e fala de felicidade.
bjs