sábado, 9 de janeiro de 2010

Vincent e Camille quatro meses depois

Hoje estamos comemorando quatro meses que o Vincent e a Camille chegaram aqui em casa!
O jantar foi sachê de salmon, que atualmente, é o campeão na preferência da turma!
Quanta coisa mudou nesse tempo!
Eu olho para trás e penso: "quatro meses, só isso!" Parece que tem muito mais!
Não sei se por terem sido meses intensos, com muitos temporários passando por aqui, mais o ritmo corrido do final do ano, ou se pelo fato de eu fazer visitas periódicas à casa onde eles moravam antes do despejo, então já nos conhecíamos há alguns meses .... o fato é que parece que tem muito mais tempo!
A chegada foi bem tensa naquele 09/09/09 e cada um já chegou mostrando as diferenças na personalidade.
Enquanto a Camille chegou se esfregando em tudo e mostrando que estava se sentindo completamente em casa...
Camille provando a comidinha que ofereci na chegada.
... o Vincent estava mais tímido e assustado.
Primeira foto que consegui fazer dele quando chegou.

No dia seguinte ele já estava mais animado e com o olhar mais confiante.

Fomos na vet e ele voltou mais apavorado. Começou a fase de ficar escondido.
Depois dos exames negativos para fiv/FelV e alta da vet, era a hora de conhecer o resto da casa e os irmãos.A Camille adorou tudo! Foi logo para o lugar mais disputado da casa: a janela!

Olhava tudo curiosa, querendo conhecer esse novo lugar onde estava.

O Vincent demorou mais para eu conseguir registrar os momentos. Ele ficava muito escondido, ou quando me via, saía correndo.
Até que um dia eu consegui pegá-lo num momento de distração. Era um domingo e eu estava assitindo o jogo do Flamengo com o Palmeiras. Reta final do Campeonato Brasileiro. Jogo quente, fogos, barulho e ele lá, deitado na almofado do Mengão. Dando uma força para o time! Fiz a foto, ele me viu e se escondeu. Tímido, muito tímido esse meu filho rsrsrsrsrs.
Enaquanto isso a Camille ficava toda linda no sofá da sala e posava com charme e tranquilidade.

Nessa época, o lugar que o Vincent se sentia mais seguro era o alto do meu armário. Ficava hooooooooras lá. Só descia para comer, beber e usar a caixinha. Mas ele sabe que a mãe é fotógrafa e também caprichou. Adoro essa sequência!

Oi, mãe, você tá aí?

Tô com tanto sono...

Não vou descer, não...

Essa é a última, tá?

E se o Vincent fazia charme no alto do armário, a Camille descobriu o poder de sedução dos laços...

Essa semana comemoramos o primeiro aniversário da Camille e ela ganhou um cordão prateado! Ficou toda linda com ele.

E hoje, dia 9 de jeneiro de 2010, quatro meses depois que eles chegaram, os dois estão cada vez mais confiantes. Com a Camille foi mais fácil, mas até ela precisou de um tempinho. Ela agora vem dormir comigo à noite. Deixa fazer carinho na barriga, mas ainda prefere que seja na cabeça.

E com o Vincent a mudança foi maior. Ele saiu da fase de ficar o tempo todo no alto do armário. Passa a maior parte do tempo com os irmãos, come junto com eles, não se assusta tanto. Ele está perdendo o medo do Frank e de mim. Já come no mesmo prato com o Frank e não sai correndo se eu passo rsrsrsrs.

Achei que era importante eles terem momentos prazerosos juntos. E como eles são os dois gulosos da casa, resolvi oferecer patê e sachê no mesmo prato, assim todos têm que comer juntos. Coloco nessas bandejas de isopor, que cabe uma quantidade de comida suficiente para todos ficarem satisfeitos e sem brigas. No início o Vincent só ia depois que o Frank saía, mas eu sempre insistia com ele, incentivava. E aos pouquinhos ele foi indo, devagar, mas no tempo dele.

Hoje todos se deliciaram com o jantar de sachê de salmon e tem sido assim sempre!

E para terminar esse post, que está parecendo uma novela, a última dele ontem. Miou para mim pela primeira vez pedindo atenção. Se esfregou todo pedindo carinho. Eu coloquei no colo e ele ficou completamente relaxado, com o corpo solto. Esfregou a cabecinha no meu queixo e assim como o Henri faz, ficou passando a patinha na minha bochecha. Depois que eu coloquei no chão, deu a barriguinha para ganhar carinho! E olha, que foram só quatro meses...

Acabei de fazer essa foto horrorosa no celular. Ficou muito feia, mas o que vale é o momento!

Ah, mãe, com o celular não!E ainda por cima, com flash! Assim eu vou ficar de olho fechado!

3 comentários:

Gatinhos de toda parte disse...

Ganhar a confiança de um gato é inesquecível :)

Mrs.Flour disse...

Bem vinda ao time das conquistadoras...ahahahah...Não tem preço!!!!!!

Prosopopéias Cintilantes disse...

É verdade! Acho que nunca vou esquecer aquele miadinho tímido me chamando! Ele já estava ensaiando há um tempão, mas o medo era maior.
Sei que estamos no caminho certo e daqui para frente muitos momentos incríveis assim vão acontecer!
Obrigada pela torcida!
Beijos.
Stela